Onde viajar em dezembro na Europa?

Onde viajar em dezembro na Europa?

Comment are off

Onde viajar em dezembro na Europa? Dezembro é um mês mágico, um mês muito esperado por toda família. Época de férias, Natal, Réveillon e muita alegria. Nessa época todo mundo pensa em viajar e se você é sua família estão cansados do calor do verão brasileiro a Carmim Turismo preparou uma lista incrível pra você viajar em dezembro para Europa porque la é inverno.

Ao contrário do Brasil, na Europa a noite do Natal é mais valorizada e as cidades ficam lindas até o final do ano, com as ruas, praças, restaurantes, casas e lojas enfeitadas e iluminadas. A virada de ano não é como no Brasil, onde é um acontecimento marcante e todos se organizam para grandes festas ou queimas de fogos à meia-noite. O mais comum, na Europa, são rápidas contagens regressivas, alguma queima de fogos de artifício e então todos vão para suas casas, casas de amigos ou então restaurantes e baladas. É tão frio que é bem difícil ficar muito tempo ao ar livre…

E qual cidade escolher para o Natal e Réveillon na Europa? Aqui cabe a resposta para o desejo e bolso de cada um, lembrando que quanto mais ao norte ou para o alto, maiores serão as chances de passar o natal e ano-novo com neve. E seja qual for a cidade escolhida, faz frio, muito frio, em toda Europa e as chances de você aguentar muito tempo na rua são poucas, então capriche no agasalho!

Onde viajar em dezembro na Europa? Conheça 7 destinos mais indicados.

1. Estrasburgo, França

Estrasburgo já parece ser uma cidade linda o ano inteiro, em dezembro parece ficar ainda mais mágica. A cidade já ganhou o prêmio de “melhor mercado de Natal da Europa” por duas vezes, o que significa que essa pode ser uma ótima escolha para quem vem para o continente pela primeira vez nessa época e até para aqueles que já estão acostumados a passar as festas por aqui.

Estrasburgo também é conhecida por ser uma das principais cidades da Alsácia, uma bela região produtora de vinhos. Além de vinhos, casas em estilo enxaimel e a boa gastronomia também fazem a fama da cidade. Mais do que isso, ela chama a atenção por apresentar fortes traços da cultura alemã, facilmente identificados tanto na

arquitetura, na gastronomia e no francês todo cheio de expressões diferentes. Isso reflete período que passou sobre o domínio alemão.R

Estrasburgo se auto intitula “a capital do Natal”, por isso, visitá-la nessa época do ano é uma oportunidade imperdível de conhecer o mercado natalino mais antigo da Europa – inaugurado em 1570. E os doces típicos? Só por eles já seria um bom motivo para criarem o teletransporte.

Colmar, outra cidadezinha que parece de contos de fadas também aparece sempre em listas dos melhores mercados de Natal da Europa.

2. Bélgica

Bruxelas tem vários mercados que vão desde os pequenos de bairro até os enormes que têm até roda gigante, pista de patinação e outros brinquedos e um montão de barracas que vendem de tudo. A noite a Grand Place (praça principal da cidade de Bruxelas) se ilumina para o show de luzes e sons que é imperdível!

O Natal em Gent também é incrível! Na praça existe um mercado grande, lindo e super gostoso, as pessoas cantam e brincam felizes a noite inteira e a cidade em si vale a pena demais!

3. Alemanha

A Alemanha possui ótima infraestrutura, grande parte da Alemanha é plana, praticamente a única excessão sendo o extremo Sul do país, já na divisa com a Áustria. Esta característica de relevo faz com que seja muito fácil circular pelo país, mesmo que em períodos de neve. Já que a neve traz menos riscos e dificuldades em áreas não montanhosas.

Os mercados alemães são os mais tradicionais e famosos da Europa, sendo muitas vezes “exportados” para outros países, como é o caso de um dos mercadinhos que abre durante o Natal em Londres. Praticamente todas as cidades na Alemanha abrigam pelo menos um mercado que normalmente fica em sua praça principal, mas estes são os mais famosos e bonitos.

Algumas das cidades mais famosas são: Colônia, Dresden, Nuremberg, Stuttgart, Frankfurt e Berlim.

4. Áustria

Os mercados de Viena são lindíssimos, enormes e antigos – surgiram cerca de 700 anos atrás! O principal fica em frente à Prefeitura da cidade que por si só já é maravilhosa. As árvores são enfeitadas com decorações fofas, muitas luzes e barracas que vendem o melhor da culinária e artesanato tradicionais.

Innsbruck, uma cidade pequena rodeada por montanhas e muita neve! -, também aparece sempre em listas dos melhores mercados de Natal na Europa.

5. Reino Unido

Londres, Manchester, Glasgow, Birmingham, Oxford e Edimburgo são as melhores opções para quem pretende passar o Natal no Reino Unido.

O Natal em Londres oferece vários mercadinhos pela cidade, incluindo um em Southbank (na London Eye), um no Tate Modern e gigantesco e extremamente divertido, Winter Wonderland no Hyde Park.

6. Suíça

Este é o país mais famoso por suas estações de ski, pelo seu chocolate quente, e suas vaquinhas que usam aquele sino pendurado no pescoço.

De qualquer forma, a Suíça é um ótimo país para ser visitado no inverno. Com uma parte interessante dos Alpes passando pelo pequeno país, belos trajetos podem ser feitos tanto de trem como de carro.

Uma rota circular bastante interessante é: Itália – Áustria – Alemanha – Suíça. Começando a viagem de qualquer um destes países, e retornando ao país inicial por outro caminho.

7. Lapônia, Finlândia

Pra quem não sabe, a vila do Papai Noel fica na Lapônia da Finlândia, mais especificamente na cidade de Rovaniemi. Tem coisa mais típica do que passar o Natal na casa do Papai Noel no “Polo Norte”, cercado por muita neve e frio e de quebra ainda poder ter a sorte de ver a Aurora Boreal? Nenhum lugar no mundo bate esse, com certeza.

A região é tomada por comemorações que acontecem ao longo do mês de dezembro inteiro que celebraram a data e o personagem mais carismático do país. O viajante que se aventura por essas terras geladas pode aproveitar um passeio com as simpáticas renas assistentes do Joulupukki (papai noel em finlandês), visitar o correio que recebe cartas com pedidos do mundo todo e o Artikum, um museu dedicado à região do Círculo Polar Ártico.

Além do frio gostoso do inverno Europeu separamos também outras vantagens de viagem para a Europa em dezembro.

  • Menos turistas disputando espaço com você. O frio espanta as pessoas, exceto na semana entre Natal e Réveillon, que é semana de férias em todo lugar. Mas em dezembro antes disso, e depois em janeiro fica livre.
  • Hotéis menos caros. Com exceção da virada do ano, as diárias de hotel costumam ser sensivelmente mais baratas no inverno (a não ser, claro, em estações de esqui).
  • Comer e beber com gosto e sem culpa. O inverno vem sempre forrado de coisas gostosas para comer e beber. Mais do que em qualquer época do ano, comer é programa.
  • Poder visitar as inúmeras estações de ski que existem por lá, principalmente nos Alpes.

Ufa, agora só falta você escolher o destino e preparar as malas para uma viagem inesquecível no mês de dezembro, aproveitando as férias e o clima natalino.

E a melhor maneira de se programar para uma viagem como essa é consultando a Carmim Turismo que conta com uma excelente equipe totalmente preparada para te auxiliar na hora de viajar. Além de contar com os melhores preços e descontos.

SOLICITE AQUI UM ORÇAMENTO DE PACOTES.