20 dicas para quem viajar para a Disney

20 dicas para quem viajar para a Disney

Vai realizar o sonho de viajar pra Disney? Esse momento é mágico pra você e sua família. A terra do Mickey é literalmente um lugar mágico tanto para adultos quanto para crianças. Você já decidiu o destino mas não sabe por onde começar a se preparar? Não se preocupe preparamos uma lista com 20 dicas para quem viajar para a Disney para facilitar a sua vida e te ajudar a aproveitar da melhor maneira possível cada segundo dessa viagem.

1. Documentos

O primeiro passo para uma viagem internacional como essa è preparar a documentação necessária. Para embarcar em alguns voos internacionais, é necessário ter passaporte. Não podemos esquecer que a Disney fica nos Estados Unidos então è obrigatório o visto americano pra entrar no país. (Saiba aqui como conseguir o visto americano) (colocar um link com o texto viajar para a Disney precisa de visto)

– Maiores de 18 anos: Passaporte com validade mínima de seis meses (ou conforme exigência do país visitado) ou documento de RG original em bom estado e com emissão há menos de 10 anos.

  • Menores de 18 anos: passaporte ou documento de RG (certidão de nascimento não é aceita).

2. Defina a época da viagem

Com os documentos em mãos o próximo passo é definir qual período você deseja viajar. Algumas pessoas têm bastante flexibilidade enquanto outras só podem viajar em períodos de férias escolares. De um jeito ou de outro, é importante considerar a lotação dos parques para que você tire o melhor proveito da viagem.

Outro fator que você pode querer considerar é a temperatura, se você fizer questão de parques aquáticos ou quiser fugir de temperaturas extremas precisa lembrar que as estações do ano são diferentes daqui, enquanto no Brasil è verão, nos Estados Unidos è inverno então è preciso escolher bem a data.

3. Use roupas e sapatos confortáveis

Sair bonito na foto é legal mas não esqueça que você vai ficar andando o dia inteiro. Não precisa usar roupas de ginástica nem nada, mas use algo que te faça se sentir bem e confortável ao mesmo tempo. O mais importante é garantir que o seu pé esteja com o máximo de conforto porque ele vai sentir o peso dessa maratona no final da viagem.

4. Quando levar meus filhos

Essa é a uma dúvida comum de todo mundo que quer ir pela primeira vez: Quando eu devo levar o meu filho? A primeira pergunta que você deve se fazer é: “vou por mim ou por ele?”. Se você está indo porque sua família tem vontade, então qualquer momento é bacana. Um bebê, naturalmente, não vai entender direito a bagunça, mas se vocês estão lá para ele

está tudo bem. Depois de 1 ano e meio de idade mais ou menos, as crianças curtem, mas tenha em mente que cada idade curte de uma maneira. Muitas pessoas que viajam com frequência para Disney sugerem que a idade que uma criança iria curtir de verdade è a partir de 4 anos. Nessa idade eles já atingiram a altura para entrar em muitas atrações, aguentam o cansaço com mais bom humor, já desfraldaram, já conhecem e curtem de montão os personagens e normalmente não tem mais medo de tirar fotos com eles.

5. Hospedagem

A escolha do hotel é muito importante tanto na questão de conforto, como segurança e também investimento. Ficar em um hotel em Orlando pode ser muito mais do que só um lugar para você dormir. Alguns hotéis da Disney mesmo estão recheados de atividades incríveis. Esses benefícios podem se tornar parte da programação da viagem ou ser um desperdício do seu dinheiro se você não usá-los. Então se pergunte: você vai fazer uso dessas amenidades maravilhosas que alguns hotéis possuem ou vai pagar para no fim só usar a cama e o chuveiro?

Os hotéis da Disney especificamente trazem vários benefícios entre eles a economia de tempo. Pese todos eles com o preço pago para ver se vale a pena ou não. E se estiver interessado em se hospedar dentro da Disney a Carmim Turismo reserva os melhores hotéis pra você.

6. Alugue um carro

Apesar de alguns discordarem, a melhor maneira de se locomover em Orlando é alugando carro. A cidade não é provida de um sistema de transporte público eficiente e pegar ônibus circular, chamado de Lynx, é bem demorado apesar de barato.

Orlando também não é uma cidade para pedestres, já que todos os lugares são muito distantes entre si. Sobra então a opção de aluguel de carro.

Existem algumas locadoras na cidade e quase todas elas tem loja no aeroporto, o que significa que você vai poder sair de lá dirigindo. E se você não pode ou não quer dirigir mesmo, pode valer a pena se hospedar dentro da Disney para aproveitar o máximo do transporte interno do complexo.

7. Refeições com os personagens Disney

Na Disney você tem a opção de de fazer uma refeição mágica com os personagens Disney. Se você pretende fazer uma refeição como essa é aconselhável reservar e não deixe para última hora. As reservas podem ser feitas pelo site da Disney (somente na versão em inglês). Os melhores restaurantes lotam rápido, por isso a partir de seis meses de antecedência, comece a pesquisar as melhores datas.

8. Defina quais Parques irá visitar

Essa é uma das dúvidas mais comuns. A escolha dos parques que valem a pena incluir na viagem vai depender de uma série de fatores, sendo os principais a sua preferência pessoal e o tempo de viagem.

Algumas pessoas podem amar atrações radicais enquanto outras detestam, por isso levar em conta o perfil do seu grupo é essencial na seleção de parques. Além disso, você pode ter vontade de conhecer todos os parques de Orlando, mas ter uma quantidade muito pequena de dias para ficar na cidade. Nesse caso, terá que fazer algumas escolhas.

Os parque são:

Magic Kingdom é o símbolo da Disney e de Orlando. Este foi o primeiro parque da cidade, tem como centro o castelo da Cinderela e traz em cada canto de seu território tudo o que conhecemos como a magia criada pela Disney.

Epcot

Tido por muitos como um parque para adultos. Lá você encontra a tecnologia do Future World com a experiência do World Showcase, onde você pode “visitar” a cultura de 11 países sem ter que pegar vôo entre eles.

Hollywood Studios

O menor parque da Disney atrai os fãs de adrenalina com duas das mais radicais atrações de toda a Disney: a torre que despenca e a montanha russa do Aerosmith. Mas se engana quem acha que só os radicais que têm vez no Hollywood Studios. Como o nome já entrega, a graça do parque é falar com bastante criatividade do cinema e teatro, com shows imperdíveis como o tradicional musical da Bela e a Fera.

Animal Kingdom

Parque que algumas pessoas tendem a deixar de fora do roteiro, o Animal Kingdom tem surpreendido cada vez mais nos últimos anos. Pra começar ele tem uma das melhores montanhas russas de Orlando, a Expedition Everest. Depois, te permite conhecer animais de verdade num safari muito muito legal e bem feito. Ainda tem shows imperdíveis como o do Rei Leão, o musical do Nemo e o show de pássaros adestrados.

Blizzard Beach

O menor dos dois parques aquáticos da Disney, o Blizzard é o mais aconchegante, mais família. Tem, como os outros, atrações para todos os estilos, desde as radicais até as tranquilas para descansar. As crianças se esbaldam nos playgrounds mais legais do mundo que infelizmente, adulto não pode entrar se não tiver tomando conta uma criança.

Typhoon Lagoon

O Typhoon é o parque aquático grandão e popular da Disney. O Magic Kingdom dos banhistas que vão a Orlando. A piscina de ondas é gigante e de tempos em tempos solta um tsunami muito divertido que vai arrastando todo mundo para a praia. Tem várias atrações em que você pode ir com a família inteira tobogã abaixo.

9. Visitor’s Center

Quando chegar no parque, logo no primeiro dia, vá ao Visitor’s Center (sempre localizados junto a entrada) e retire um bottom de First Visit (primeira visita). Crianças e famílias que usam esses bottons são cumprimentados pelos funcionários dos parques (cast members), de vez em quando ganham brindes e fastpasses inesperados. E não precisa ser somente de primeira visita não. Eles também oferecem bottons para aniversariantes, casais comemorando aniversário de casamento ou lua de mel e até encontros de família.

10. Fastpass

Muita gente se pergunta se fastpass è necessário. E a resposta para essa pergunta sempre vai ser SIM. Mesmo nas épocas mais tranquilas algumas atrações mais populares podem ter filas grandes e demoradas.

O FastPass+, è um útil e gratuito fura fila da Disney, que te ajuda a economizar horas nas filas das atrações mais populares. È um benefício gratuito da Disney. Com fastpass+ você vai economizar um tempo que poderá usar aproveitando mais o resto do parque. Você pagou caro pelo ingresso então use todos os benefícios à sua disposição para tirar o melhor proveito dele.

11. Comprando os ingressos

Em Orlando os ingressos são vendidos em dias e não por entradas no parque. Esse é um conceito difícil para entendermos pois os poucos parques que temos no Brasil, vendem um ingresso para você entrar e boa. Lá em Orlando, como a maior parte das pessoas vai para viagens mais longas e não só passar um dia, os ingressos são vendidos em dias de parque. Isso significa que ao comprar um ingresso de 4 dias, você poderá ir a um parque por dia, durante quatro dias. Parece confuso, mas depois você acostuma.

12. Deixe janelas livres na programação

A maratona de parques cansa e muito. Mesmo as pessoas com o maior preparo físico chegam exaustas no final do dia. Não abuse do seu organismo planejando uma viagem longa sem um segundo de descanso. Você vai querer um dia mais leve para quebrar a sequência de parques e tudo o mais.

13. Compre dólares

Sendo Orlando o paraíso das compras, agora é hora de definir como e quanto de dinheiro você vai levar para comer, comprar e passear pela cidade. O quanto levar, vai depender muito do que você planeja comprar, do seu perfil de hospedagem e muito mais.

Já quanto como levar o seus dólares para Orlando, são muitas as opções disponíveis: cartão de crédito, cartão pré-pago e dinheiro em espécie, entre outras. Tudo depende de qual forma você acha mais fácil. E aconselhável levar os dólares pra evitar dor de cabeça na viagem e perca de tempo atras da moeda. Não se esqueça de sempre ter um dinheiro extra guardado pra caso de emergências.

14. Estados Unidos não é Marte

É divertido visitar um lugar com uma cultura diferente da nossa, mas frases como “Aqui é Estados Unidos, não Brasil” muitas vezes são usadas de maneira errada.Você está indo para outro país e não outro planeta.

Uma dica importante é que estar nos Estados Unidos não significa poder desencanar 100% da sua segurança. Não precisa ter medo de sair nem nada, mas tenha cuidado e atenção principalmente na hora das compras.

E sim: alguns produtos ainda valem a pena comprar nos EUA mesmo com o dólar caro desse jeito.

Além disso, praticamente tudo demora mais do que o planejado inicialmente pela maioria das pessoas: o tempo que leva para você chegar no hotel depois seu avião pousou no aeroporto, o tempo que você vai demorar para fazer suas compras, ou o tempo que o ônibus da Disney ou do seu hotel vai demorar para chegar de um ponto a outro.

15. Dicas para quem não fala inglês

Uma insegurança comum de quem não fala muito inglês é de não conseguir se comunicar bem Orlando. Se este é o seu caso, te garanto que você pode ficar tranquilo. Orlando é uma cidade super preparada para receber os turistas e estão bem acostumados com os brasileiros.

Dicas do que não fazer em uma viagem para Disney

16. Chegar sem um planejamento

Esse é o PRINCIPAL erro da maioria das pessoas. Elas chegam ao parque e não têm a menor idéia de por onde começar, onde ir primeiro. Muitas vezes elas não sabem nem do que se trata cada atração, qual é a mais cheia do parque, a mais legal, etc. Isso faz com que as famílias percam MUITO tempo até entender o mapa, decidir onde ir primeiro. Assim, essas pessoas acabam visitando muito menos atrações do que poderiam e ficando muito mais tempo esperando nas filas.

17. Dormir até mais tarde

Muita gente pensa “estou de férias, vou dormir até mais tarde”. Sim, eu sei que você está de férias, mas se você quiser aproveitar o máximo que os parques têm a oferecer sem ficar muito tempo nas filas, esqueça esse pensamento.

Chegando depois das 11h é muito provável que as melhores atrações já tenham filas de mais de 1 hora. Se você chegar cedo, consegue ir nessas melhores atrações com muito menos filas.

A única exceção nesse caso seria se você deixar 2 dias para o mesmo parque. Dessa maneira, você poderia ir pela 1ª vez no parque chegando cedo, antes de abrir e aproveitar as principais atrações. No outro dia, você pode chegar mais tarde e repetir o que mais gostou e assistir aos shows noturnos.

18. Ir a vários parques grandes em sequência

Vários parques de Orlando são grandes e você precisa do dia todo lá, principalmente se quiser ver os shows de encerramento. Ir nesses parques em sequência deixa a viagem Muito cansativa. O ideal é intercalar esses parques que precisam do dia todo (como Magic Kingdom ou Epcot) com dias de compras ou parques mais leves, que você vai embora mais cedo (como Animal Kingdom ou Sea World, por exemplo).

Em uma viagem de muitos dias, é interessante também deixar um dia “de folga” no meio da viagem, para aproveitar a piscina do hotel, começar a arrumar as malas, repetir algum parque, etc.

19. Não levar os cupons de desconto

São vários os cupons de desconto que você pode imprimir antes de chegar em Orlando que com certeza vão te fazer ECONOMIZAR bastante! Muita gente não sabe desses cupons ou esquece de levar e acaba gastando muito mais do que se tivesse levado, a maioria dos cupons são encontrados na internet principalmente no site da Disney.

20. Não agendar os FastPass com antecedência

Muita gente fala que não precisa de FastPass, que é melhor agendar no dia…. esse é um grande erro! Existe um numero limitado de FastPass para cada atração, então no dia da visita ao parque é muito provável que os Fastpass das melhores atrações, das mais concorridas, já tenham acabado. E aí você vai ter que ficar 1 ou 2 horas na fila (ou até mais, dependendo da época do ano).

Os FastPass são essenciais para você aproveitar melhor os parques, ir nas melhores atrações com pouca ou nenhuma fila! E eles são gratuitos.

Agora que você já sabe o que fazer e o que não fazer em uma viagem para Disney e só escolher a data da viagem e procurar a Carmim Turismo para te auxiliar. A Carmim Turismo conta com uma excelente equipe de profissionais treinados para facilitar a viagem e proporcionar momentos mágicos com toda sua família. Além de oferecer os melhores pacotes com os menores preços.

SOLICITE AQUI UM ORÇAMENTO DE PACOTE DISNEY PERSONALIZADO.